Conheça o Auditor do Controle Externo – Eduardo Nunan.

Mestre em Ciência da Computação pela UFAM-AM, com ênfase na área de Segurança da Informação. Especialista em Tecnologia e Segurança de Redes de Computadores pela UNESA-RJ e especialista em Gestão Pública pela UEA-AM, o servidor Ângelo Eduardo Nunan ocupa atualmente o cargo de Chefe do Departamento de Auditoria de Desestatizações, Concessões e Preços Públicos, (DEADESC), setor responsável por auditar as desestatizações, as concessões públicas e preços públicos no âmbito do Estado e Município.

O referido auditor ingressou por concurso público no Tribunal de Contas do Estado do Amazonas em 05 de Janeiro de 2009. O mesmo já atuou como Diretor da Diretoria de Controle Externo de Tecnologia da Informação (DIATI), onde foi responsável por sua estruturação e a implantação de projetos importantes, como os de auditoria de Portais da Transparência e Governança de TI. Foi Coordenador do Comitê de Segurança da Informação, Assessor do Procurador Geral de Contas na área de gestão de informações estratégicas, chefe do Departamento de Autuação, Estrutura e Distribuição Processual e chefe da Divisão de Ambiente Computacional (DIGAC). Também atua como instrutor da Escola de Contas Públicas e palestrante, representando o TCE-AM em temas relevantes na área de controle externo em Congressos e Conferências Nacionais.

Entre as suas contribuições, destacam-se a elaboração da Política de Segurança da Informação do Tribunal de Contas e implantação do SGSI (Sistema de Gestão de Segurança da Informação), além de publicações importantes de resultados de projetos da área onde atuou, como por exemplo, a frente da Coordenação do Comitê Gestor de Segurança da Informação, publicado na importante “Revista do Serviço Público” (artigo: “Implantação da Segurança na Gestão da Informação na Administração Pública: um estudo de caso no Tribunal de Contas do Estado do Amazonas) e resultados de projetos à frente da Diretoria de Controle Externo de TI, publicado em um importante Academia Britânica de Gestão, a British Academy of Management, (paper: “Is the Law the Main Driving Force of IT Governance in Brazilian Públic Sector? A Study in the State of Amazonas”).

A frente da DEADESC, área criada em dezembro de 2019, no âmbito dos Tribunais de Contas, tem trabalhado na estruturação, identificação e implantação dos processos de trabalho do novo setor. Já participou como representante do setor em várias audiências públicas sobre o tema. Iniciou as atividades do departamento com auditorias de concessões públicas na área de saneamento básico e auditoria concomitante na área de Transportes Públicos.

“A área de Concessões Públicas é um setor com muita materialidade e de grande relevância para a Sociedade. A criação do setor representa um grande avanço no trabalho do controle externo exercido pelo Tribunal”, finalizou o auditor.
Segundo Stanley Leite, Secretário Geral de Controle Externo: “Nunan é, sem dúvida, um dos ótimos quadros do nosso Tribunal. Extremamente capacitado e versátil, já passou com sucesso em várias áreas da Corte, sempre implementando projetos que agregam valor ao resultado estratégico institucional”.

Esse é o ATCE Eduardo Nunan. O TCE/AM agradece o seu empenho e dedicação.